A caixa das esmolas

Olhei várias vezes para esta fotografia, sem conseguir perceber porque é que ela me dava uma sensação de déjà vu.

Uma caixa de esmolas, com várias frinchas por onde meter o dinheiro, cada uma remetendo para um “destinatário”: Santíssimo Sacramento, Sagrado Coração de Jesus, São José, N.S.ª de Fátima, Sta. Luzia e Almas do Purgatório, mas, onde aparentemente, todo o dinheiro acaba junto.

Lembro-me de haver caixa de esmolas na Igreja onde ia quando era miúdo, mas aí a devoção a Santos, sem ser à Nossa Senhora, era só ao Anjo Custódio; não era daí que vinha o déjà vu, portanto!

esmola

Hoje, ao olhar de novo para a fotografia, fez-se luz; ocorreram-me todas as “esmolas” que sou agora compelido a pagar, não por motivos de caridade ou beneficência, mas por imposição de quem tem muito maior autoridade que a Igreja: O Estado.

As frinchas da nossa actual e actualizada caixa de esmolas são o Imposto sobre Rendimento, a Segurança Social, o IMI, o Imposto de Circulação, o IVA, etc.

As “esmolas”, essas, tal como na antiga caixa de esmolas da Igreja, acabam também por se juntar num grande bolo, cuja divisão é depois feita, com todo o cuidado… pelos “mais necessitados”, banqueiros, por exemplo.

Comentários

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s