Acabou-se a fruta?

Exactamente há um ano atrás, escrevi aqui um post intitulado Fruta da época.

Quando escrevi esse texto, sobre umas ameixieiras que tinha descoberto, tomei por garantido que, sempre que voltasse o Verão, teria à minha disposição umas deliciosas ameixas.

Eram boas as ameixas. Diferentes de tudo o que se possa comprar. E eram de borla, o que também é bom. Além disso, só eu sabia da coisa. Quer dizer, as duas árvores estavam à vista, mas, aparentemente, só eu apanhava as ameixas.

Tinha tomado a coisa por garantida. Grande erro o meu. Nunca me tinha passado pela cabeça que as árvores poderiam não estar ali para sempre.

Mas aconteceu isso mesmo. Apesar do terreno em causa ser em plena Lisboa, em Julho deste ano, um incêndio, cuja causa desconheço, varreu todo o terreno, cerca de seis hectares, chegando até a ameaçar algumas habitações.P1020753-b.jpgQuando vi aquela terra queimada, fiquei bastante aborrecido, mas não mais do que isso. Dei por mim a pensar no que sentirá um agricultor que, de um momento para o outro, vê toda uma propriedade devastada. Mas é quase obsceno tentar imaginar isso.P1020756-b.jpgP1020758 (2)b.jpgFui ver como estavam as “minhas” árvores. As ameixas, que ainda estavam verdes nessa altura, ficaram assadas, mas infelizmente… incomestíveis! A “colheita deste ano” estava perdida…

Tinha, apesar de tudo, alguma esperança de que o mato tivesse ardido rapidamente e que as árvores sobrevivessem. Há alguns dias, no entanto, o terreno foi limpo e as árvores foram arrancadas, com grande pena minha. Acabou-se!

Mas… existe uma terceira árvore, que descobri depois das outras duas. O local, mais uma vez, é um segredo à vista de todos. Ainda vai voltar a haver ameixas no Verão!!!

Anúncios

Estampilhas e afins

P1020802 (2).JPG

A placa, numa parede no Largo do Calhariz, em Lisboa, anuncia: “Vendem-se estampilhas e mais formulas de franquia de correios e telegrafos”.

Ó pai, o que é que são estampilhas? E fórmulas de franquia? Correios eu sei o que é… mas o que é que são telégrafos???

Tanta coisa para explicar sobre este anúncio! Mas o pior nem é explicar. É eu saber o que são estas coisas porque ainda sou do tempo em que se usavam…

É PROHIBIDO…

É PROHIBIDO AFFIXAR ANNUNCIOS N’ESTA PROPRIEDADE

P1020874 (2).JPG

Adoro estas placas! Por isso é que, quando vi uma na Feira da Ladra, aqui há uns tempos, não hesitei.

É pelo facto de o aviso ser escrito em português anterior ao acordo de 1911, é por ser em ferro…

Um pormenor que nunca consegui tirar a limpo foi o significado das letras APP que aparecem no canto inferior direito da placa. Será que já estavam a preparar uma App?!…

Laranja, Goiaba e Goji

P1020531b.jpgO Muito Suave teve o prazer de fazer parte de um painel de provadores da mais recente criação da Compal: o Néctar de Laranja, Goiaba e Goji.

O Saborista fez questão de nos enviar a garrafa Nº 001 de uma série limitada de 230 unidades. Escusam de ir a correr… está esgotado.

P1020533b.jpgFeita a prova, ficámos fãs aqui no Muito Suave. Já éramos incondicionais do anterior Néctar Goiaba que, infelizmente, foi retirado do mercado. Foi por isso “fácil” gostar deste.

Na resposta ao questionário enviado, indicámos que este novo Laranja, Goiaba e Góji poderia melhorar se tivesse um pouco menos açúcar.

Resta esperar que este Néctar tenha tido boa aceitação para que passe para a fase de Produção e chegue rapidamente às prateleiras dos Supermercados.

Prenda de Natal

O lance de auto-estrada entre Lisboa e Palmela, tem três faixas. Não é um local conhecido por ter muitos acidentes. No entanto, isso não coíbe a GNR de, volta não volta, colocar um radar em frente à estação-de-serviço de Palmela.

Foi o que fizeram mais uma vez esta semana. Ofereceram uma “prenda de Natal” a que se distraiu a caminho do trabalho.

Isto não é Prevenção Rodoviária. Isto é caça à multa descarada!…Autoestrada-Lisboa-Palmela

Dentro do espírito natalício… Para os elementos da GNR envolvidos nestas operações, os meus desejos que uma das renas do Pai Natal lhes largue uma bosta em cima!!!

Fruta da época

Lembro-me de quando era miúdo comer fruta apanhada das árvores com frequência. Continuo a gostar de fazer isso. Acho que a fruta que sabe melhor é mesmo essa. A que se apanha e come no momento. Seja uma laranja, umas uvas ou uns figos, há aromas que só se sentem quando se come a fruta acabada de apanhar.

Não me lembro de se usar a expressão “ir à chinchada” ou “andar à chinchada” quando era miúdo. Essa aprendi-a com um amigo que se mete comigo sempre que passamos por uma árvore porque já sabe que eu não resisto e vou ter de ir apanhar uma fruta…

Aqui há uns tempos, em Setembro, descobri aqui em Lisboa umas ameixieiras interessantíssimas. Talvez por não serem tratadas, estas ameixieiras dão umas ameixas muito pequenas. Tão pequenas que parecem quase azeitonas.P1020469.JPG

Claro que tratei logo de provar umas quantas e… que delícia! As tais ameixas têm uma pele muito fininha e um sabor óptimo, com uma acidez muito boa. A fazer lembrar vagamente as Rainha Cláudia.

Estão num sítio bastante visível, mas, aparentemente, ninguém as apanha. É bem capaz de haver muita gente que pensa que são bagas venenosas. Melhor para mim! Não esperem é que vos diga onde está esta maravilha…P1020470.JPG